VIVA in my home

Tenho na veia aquela sede de mudar. É tão transversal a todas as mulheres que nem consigo sentir vergonha!!

Revistas de decoração, ideias, a cabeça não para! Ás vezes basta dar a volta a alguns movéis antigos e mudar a disposição da sala e a nossa cabeça muda também!

O Miguel chama-me picuinhas, e não percebe porque é que gosto que as coisas estejam de determinada maneira, mas eu sou uma pessoa muito visual e a estética é quase essencial.

Estamos nesta casa temporariamente, e nem tudo é como eu gostava! No entanto vamo-nos adaptando e às vezes sabe bem trocar os pequenos móveis que temos desde que casamos por outras peças que também, e que não sejam demasiado caras! É que todas sabemos que daqui a pouco tempo já apetece mudar ...!

Tenho ido várias vezes à loja VIVA, primeiro porque é perto de casa e depois porque vou encontrando soluções muito acessíveis, e o Miguel chateia-me menos...:)

Trouxe estes candeeiros e as mesas de apoio que já andava a namorar na loja online! Encaixaram tão bem com a sala nova, fiquei mesmo contente!

Queria também um cadeirão que se vissem bem os pés, para dar mais leveza à sala, um bocadinho a puxar ao estilo escandinavo e com uns bons braços, é já o favorito de todos  :)











Apanhei as miúdas nos seus últimos momentos de manas, mesmo típico! Ora se adoram ora se zangam! Tem sido uma estafadeira, gerir as emoções da Leonor, que continua sem ser a preferida da Graça!

Esta miúda é uma malandra que não imaginam!!!

Abdominoplastia- follow up!

Passadas 4 semanas desde a cirurgia, a Inês Cancela de Abreu (só assim a melhor fisioterapeuta que me podia ter aparecido na vida) começou a aparecer lá em casa 1, 2 vezes por semana para começarmos os exercícios possíveis.

Lembro-me que os primeiros foram alongamentos, para ajudar a postura, e devagarinho começar a esticar mais.

(Nas primeiras semanas após a abdominoplastia, a pele esticada não pode ser sobrecarregada com mais tensão, para que a cicatrização corra da melhor maneira. Por isso andamos mais curvadas, como no pós parto de uma cesariana- só que por muito mais tempo e mais curvadas.)

Muito devagarinho, voltei a aprender o que é o controlo abdominal e a contracção dos rectos vs músculo transverso, aprender a encaixar a bacia e os ombros. Toda esta postura essencial para os exercícios de pilates que se seguiriam.

É preciso dedicar muito tempo a estas recuperações. São tão essenciais como a drenagem linfática manual nas primeiras semanas. O cirurgião volta a unir os músculos rectos, separados antes da cirurgia, mas não lhes dá FORÇA. E o trabalho seguinte é muito importante.

Tenho percebido o quão essencial é ser seguida por uma fisioterapeuta especializada em saúde materna, primeiro em sessões individuais para ter toda a atenção necessária e garantir que não vou mais além do que posso.

Já há mais de um mês que consegui integrar as aulas de grupo e manter uma boa contenção e controlo abdominal! Estou mesmo contente por isso, e satisfeitíssima por ver o meu corpo a reagir tão bem aos treinos e todas as melhorias na minha vida!

Falando em questões mais práticas...

Dei colo pela primeira vez às 8 semanas, porque teve mesmo, mesmo de ser! a Graça pesa 8kg e o cirurgião não fez grande alarido, mas é importante evitar estas situações!

Já pego com mais frequência, mas também já passei os primeiros 3 meses :) e está tudo como devia estar :)

Como já repararam as minhas estrias não desapareceram totalmente. Todas as que se situavam para cima do umbigo ficaram, e esta gestão de expectativas foi feita pelo cirurgião, apesar de ainda assim, eu não saber exactamente como iriam ficar, e nos primeiros dias ter me chocado um bocadinho.

Junto à cicatriz tenho uma aderência, que é basicamente um ponto um bocadinho repuxado que está a causar aquela prega, mas não me incomoda muito, e quem sabe, com o tempo ameniza.

Cuidar a alimentação é essencial.. esta cirurgia com a lipo envolvida, dá um grande boost mas não é um milagre de Fátima por si só, e é fundamental uma dieta controlada para manter e melhorar os resultados. No fundo, não deitar tudo a perder!

Este ponto é difícil para todas, mas este processo lento e consistente tem me ajudado imenso a perceber que o meu maior problema é o foco que ponho nas expectativas dos outros, e a ansiedade que isso me causa.

Tenho trabalhado muito a minha auto estima, e ganhei a confiança necessária para poder aceitar o corpo que tenho, a genética que carrego, e dar valor ao melhor de mim. Este passo, acalmou-me e ajudou me ainda mais a focar me na alimentação e nos treinos!

Sim, é possível! Devagarinho e com cabeça, e tudo isto vai mudando as pontas soltas da minha vida, e estrutura-me tanto!

A Clinica de Nutrição de Lisboa tem sido um anjo na terra e uma segunda casa, que me trata como dizem que mereço!



Vejam neste link o post sobre a cirurgia, e as primeiras fotografias para compararem a evolução :)




Estes dias dificéis..

Estamos completamente em choque com as notícias. O coração tão apertado e um sentimento de impotência enorme...

Nestas alturas é inevitável olharmos para o que temos e agradecermos tanto. Devíamos fazê-lo mais e deixar as queixas de lado.

Viver pelo melhor, agarrarmo-nos ao BOM que temos connosco!

Que vida tranquila, segura, estável e confortável temos...

Estar em casa com este calor de morte, tornou-se menos difícil, simplesmente olhar para eles e tê-los seguros comigo é tudo e mais do que poderia pedir.

O respeito tem que ser enorme, encher o coração de empatia e menos revolta pelo que se poderia ter feito.

Agora é tempo de cuidar, ver o que é preciso fazer, e rezar, muito!

Um abraço apertado a todos, todos, todos...


fugir à rotina, de barco

Tivemos a sorte de poder passar uma tarde tão boa!
Sabe mesmo bem, poder parar durante a semana, ao final do dia, para aproveitar a nossa cidade.

Fomos desafiados pela Lisbon River Sights para um passeio de barco pelo tejo.

Foram duas horas muito bem passadas, com um pequeno lanche, vinho, limonada, groselha e águas frescas a acompanhar!












































As fotografias falam por si! Foram mesmo duas horas que os miúdos adoraram! Consigo pensar em mil e um pretextos para um passeio destes, se for surpresa, melhor!

Ver Lisboa do Rio, é incrível, e percebemos o quanto adoramos esta cidade onde temos o privilégio de viver, com cada vez mais turismo, mais atenção às propostas, melhores restaurantes, actividades, passeios... uma cidade cheia e tão bonita!

Um programa, sem dúvida, a repetir!

Obrigada pelo convite, Lisbon River Sights!