Cadeira da papa Olmitos

Esta semana chegou uma encomenda que fiz na Bebitus (Já conhecem?)
Há muito que procuravamos uma cadeira de refeição bonita e segura. Sempre usámos a do IKEA, e sempre serviu lindamente até ao dia em que o Sebastião a ocupou, e aprendeu a soltar-se dos cintos em menos de 10 segundos. Caiu uma vez, caiu duas até que desistimos de a usar. 
Imaginem que a Graça é tão desembaraçada e irrequieta à mesa, como o Sebastião. Não gosta de estar presa, e tem uma ligeireza e velocidade muito eficaz a, novamente, soltar-se dos cintos.

Havia três premissas para nós: preço, design e segurança.
[por segurança atendemos à estabilidade da cadeira e ao cinto de ombros para além de cintura com 3 pontos]

Já conhecíamos a Bebitus e achamos que seria o sítio ideal para procurar a tal cadeira.
O site funciona lindamente, tem imensas promoções às quais vamos estando atentos e já se tornou um grande braço direito no que toca à logística de poupança em alguns items essenciais como o Stock de fraldas - O menino bebé Sebastião apesar de já ter 3 anos, não mostra nenhum sinal de interesse no desfralde- 

Por sorte ou coincidência, na semana em que a cadeira chegou da marca Olmitos! Chegaram também as nossas novas cadeiras de sala de jantar, com um design idêntico. Como jantamos e almoçamos sempre juntos e a sala de jantar é no mesmo espaço que a sala de estar, gostamos de elementos que funcionem em harmonia no espaço, e estes jogaram tão bem!

A cadeira, para além de bonita, confortável e segura tem uma mais valia: transforma-se em cadeirão, para mais tarde, quando são mais crescidos. Torna-se um investimento muito bom, porque não é cadeira de bebé para sempre, em que nos apetece mandar embora quando as crianças crescem!
Basta tirar uma das partes dos pés da cadeira [podem ver melhorn no site da Bebitus]
Tem também um tabuleiro, que é fácil de pôr e tirar, nós optamos por não usar por agora.
Estamos mesmo muito satisfeito com esta aquisição!



























Estas são as nossas manhãs de fim de semana. Lutas intermináveis pelos mesmos brinquedos, a Graça amuada, o Xavier encantado com ela, e sempre muito protector. Que delícia é vê-los assim!
Têm mesmo que ver a sequência destas imagens, a cara da Graça e do Xavier é de uma expressão deliciosa!

Lisboa & Kids

Mostrar Lisboa aos miúdos. Deixá-los crescer neste sonho de cidade. Permitir que a sintam sua. Mostrar que todas as colinas são bonitas, altas o suficiente para vermos a cidade inteira mas não tão altas que não nos permitam lá chegar.

Contar a nossa história, dar-lhes memória visual, dar-lhes luz.

Nós passeámos por Lisboa, pela Graça e Mouraria. Sonhámos viver em Alfama ou Madragoa. Vimos (e continuamos a ver) muitas casas. T0 e T1 onde achamos que todos vocês iriam lá caber.

Casamos, um a um foram nascendo. Fomos crescendo (não muito) mas o suficiente para perceber que a Graça e a Mouraria ficavam para visitas frequentes. Trocamos Santos pelas Avenidas Novas. O espaço plano, as escolas, a qualidade da vida de bairro.
Não vos deixaremos crescer apenas aqui. Há o rio, a Baixa desenhada a régua e esquadro, e a outra baixa, aos solavancos e desníveis, pronta para as vossas corridas e perguntas.

Desta vez fomos ao Miradouro do Torel. A última vez que lá fui ainda namorava, levava uma máquina fotográfica na mão e registei tantos elementos daquele jardim esquecido em Lisboa.