Mãe, 51/366

Nunca tenho fotografias com eles, e tenho tanta pena. Por isso hoje armei-me em pirosa e montei o tripé, a L queria mesmo mesmo ser igual à mãe, deixei as aberturas, os pontos de focagem, a exposição, velocidades, tudo pronto. A menina disparou. E tem jeito! Ganhei uma companheira na fotografia... 

1 comentário:

  1. pois que padeço do mesmo mal, podemos dizer que são os ossos do ofício, verdade!
    obrigada pelos comentários nos meus blogs.
    parabéns pelo bom trabalho, vou continuar a seguir ;)

    sofia simões Um Capítulo/Redonda Quadrada

    ResponderEliminar