Ties e o The Glow

Ontem recebi um comentário que me deixou triste. Deixou-me a pensar, e muito, nas intenções das pessoas que por aqui passam.

Este blog, para além de ter várias coisas da minha vida pessoal, e que decidi (sabendo de todos os "contras"), partilhar com quem quisesse, com quem se cruzasse e gostasse.

Tem também todo o meu trabalho. O da pintura, e das sessões que faço às famílias e que adoro.

Como muitos sabem (os que seguem o blog pelo menos há já uns 3 ou 4 meses), foi no seguimento do meu trabalho de fotografia e na escolha por esta opção de "estar em casa", que nasceu o projecto Ties. Como contei na entrevista que dei a SIC Internacional, quando casei e tive o primeiro filho, tinha só 22 anos, e nenhuma amiga com filhos. Era uma mãe "ansiosa" pela companhia de outras mães, "sedenta" de conversa de bebés! (quem é mãe sabe do que falo).

Quando me cruzei com o The Glow, ainda não sabia que ia criar o Ties. Sabia apenas que adorava fotografar, adorava a conversa de "Mães" e que, depois da sessão que tive com a F, em que a passámos toda na conversa, tinha que criar uma sessão só para mães e os seus filhos. Foi quando me cruzei com o The Glow, e me senti inspirada por tudo o que lá vi. Era exactamente aquilo que eu gostava de fazer nas minhas sessões fotográficas às Famílias. Chegar à intimidade de uma família, de uma casa. Criar uma empatia, fundamental para a sessão correr bem.

Sempre o disse aqui no blog, o porquê do Ties, de onde vinha o Ties.

Estudei as entrevistas do The Glow, sim. Os projectos são idênticos. Mas nunca o escondi. Não estou a copiar, nem a plagiar. O The Glow, para quem ainda não foi saber, selecciona mães ligadas à Indústria da Moda. São Nova iorquinas, são lindas, vivem em casas de se cair para o lado. As duas que criaram o The Glow querem, mostrar que estas mulheres, que elas conhecem da indústria da moda, também são mães, têm conselhos e coisas úteis a contar a outras mães.

O projecto Ties, é diferente, apesar de toda a imagem do site ser "idêntica", porque de facto funciona. É limpo, funcional e bonito. O projecto Ties, procura mães/pais, que tenham criado projectos empreendedores, que tenham mudado a sua vida de forma a estarem mais próximos dos seus filhos. O projecto Ties dá ênfase à ideia de "Família", prentende inspirar a ajudar a criar uma nova geração de famílias, mães, pais, que arrisquem algo novo.

Sim, as perguntas que faço às mães são muito inspiradas nas perguntas que se ouvem no The Glow.

Sabem onde se inspiraram as criadoras do The Glow. Num outro projecto, em que o fotografo também está num "at home with": as ideias existem pela internet fora. Basta pesquisar, existem mil e um projectos baseados nesta ideia. O meu é português, as mães são as nossas, e os seus projectos, inspiradores.

 

"O plágio é o ato de assinar ou apresentar uma obra intelectual de qualquer natureza (textomúsica, obra pictóricafotografia, obra audiovisual, etc) contendo partes de uma obra que pertença a outra pessoa sem colocar os créditos para o autor original. No acto de plágio, o plagiador apropria-se indevidamente da obra intelectual de outra pessoa, assumindo a autoria da mesma."

O plágio, como fui insinuada de estar a fazer, é isto.

As minhas fotografias não são iguais, o nome não é igual, o objectivo é completamente diferente. Nunca usei imagens de outras pessoas no blog. e se o tivesse feito tinha identificado imediatamente que a obra não era minha.

Quem quiser até pode consultar esta entrevista que dei.

 

 

 

 

 

26 comentários:

  1. Um plágio é uma coisa escondida, feia e pouco honesta.
    A primeira coisa que li neste blog é que foi inspirado noitro, mas que aos meus olhos seguiu outro caminho.
    Gosto mais do Ties que do The Glow e esta é a mais pura das verdades.
    O Ties é real, com gente real, famílias reais e histórias reais.
    É quasecomo estarmos em casa de pantufas e quentinhos. O outro é de saltos altos e mais desconfortável. (No meu entender...)
    Quem critíca ou diz uma coisa dessas deve pensar que, no seu interior, tem algo para resolver!
    Adorei a produção e prevejo um enorme sucesso!

    ResponderEliminar
  2. O TIES é espectacular. Parabens pelo excelente trabalho!

    ResponderEliminar
  3. Olá,
    Haverão sempre comentários maus, com intenções más, de quem tem inveja, é resabiado e não consegue fazer algo por si. São pessoas que só conseguem ser alguém através de rebaixar os outros.
    Eu tenho muitos blogues e sei bem do que falo. Na blogosfera são conhecidos pelos Trolls!
    Não te deixes abalar por esses comentários e continua o projecto e o blogue, que é sem dúvida inspirador e mostra que há mais na vida do que trabalhar o dia todo, não ter tempo de qualidade com eles durante a semana e quase nem ao fim de semana.
    Não lhes dês importância nem te justifiques.

    ResponderEliminar
  4. Olá Catarina,

    Bem sei que te deve deixar triste mas acho que não devias ligar nenhuma a estes comentários.

    Parabéns pelo projecto! É lindo e a mim tem-me servido de inspiração. Acho muito melhor do que o The Glow (é português, é nosso e os retratos da famílias são muito mais naturais e transmitem uma sensação de proximidade).

    Beijinhos,
    Francisca Mendes

    ResponderEliminar
  5. Catarina, o melhor é não ligar! Em Portugal, e se calhar em todo o lado, há sempre pessoas que preferem ter pena do que admitir que alguém tem sucesso, preferem deitar abaixo em vez de elogiar, preferem que não haja obra feita do que ver que alguém faz alguma coisa na vida!
    Hoje em dia é muito difícil haver um projecto original! Eu também sou mãe, e também procuro uma actividade que me permita ter disponibilidade para o(s) meu(s) filho(s), e cada vez que tenho uma ideia (que me parece única) vou pesquisar e vejo que há milhares de coisas já feitas do mesmo género... é assim, não nascemos na era em que não havia fogo nem rodas!
    Não desista, o Ties é maravilhoso!

    ResponderEliminar
  6. Catarina, força com o Ties e não ligue a esse tipo de crítica destrutiva. Nunca escondeu que se inspirou no The Glow e nada mais. Esse também foi inspirado no The Selby, sim. Fazia falta um projecto assim também ele inspirador para as mães portuguesas tal como a sua entrevista.

    A Catarina tem um olhar único captando detalhes que normalmente desaparecem nas usuais fotografias em que "limpamos" todo o espaço à nossa volta, tipo estúdio. Os objectos que fazem parte da vivência das pessoas ficam registados para sempre, mesmo que fiquem depois esquecidos numa arrecadação ou para trás numa mudança de casa. Conheço muitos fotógrafas de famílias e aquilo que transmitem é completamente diferente.

    Um beijinho e até breve. :)

    ResponderEliminar
  7. Catarina, este foi só o primeiro de mais comentários desagradáveis que (infelizmente) virão... Ter um blog é assim mmo... O q não pode ser é que esses coments tenham mais impacto em ti que os coments positivos!!! E que já são taaantos!, concordo c a Rita quanto às pantufas e saltos altos!!! Bj

    ResponderEliminar
  8. Cara Catarina. É a primeira vez que comento, apesar de seguir o seu trabalho. Adoro o que faz e acho um projecto muito bem executado. Plágio é roubar e assinar a ideia de alguém, que não foi o caso, obviamente.
    Infelizmente é assim, quando aparece alguém com um projecto que funciona e que tem sucesso, aparece sempre alguém a meter veneno.
    Tem de ser superior a esse tipo de comentários, porque não são verdade e valem o que valem.
    Parabéns e continue com o seu trabalho, que é inspirador.

    ResponderEliminar
  9. Oh ! Catarina , não se deixe abalalar nem permita que comentarios desses a deixem triste, triste é quem faz um comentario desses é triste de espirito, é má e mesquinha. O seu projecto foi inspirado mas você nunca o escondeu e inspiração não é plagio...... Além disso eu acho que o Ties tem tanto seu ...que sempre que o espreito vejo nele a Catarina... para mim o Ties tem a sua essência.... a sua alma......................e isso é dificil de conseguir ..... e você conseguiu e na minha opinião até o "melhorou" pois tem muito si......tem alma.
    Por favor não desista .... era o que faltava......

    beijinhos
    Raquel

    ResponderEliminar
  10. Catarina, comentários feios existirão sempre. Já dizia o outro que é impossível agradar a todos, Mas o mais importante aqui parece-me ser a consciência e a tua está tranquila! Tal como escrevi na entrevista do Close Up, é um projecto inspirado e como dizes, nunca o escondeste! Acredito que o Ties tem todos os ingredientes para ser um projecto de sucesso, quem sabe saltar até da blogosfera para voos mais altos. Admiro imenso o teu trabalho e, podes ter a certeza, que quando for mãe quero fazer uma sessão fotográfica contigo! Continua com o bom trabalho e aproveita apenas as boas energias!
    Um beijinho
    Tatiana

    ResponderEliminar
  11. Querida Cat! Quando li este teu texto apeteceu-me logo vir aqui deixar o meu comentário.
    Vejo que não fui a única, tantos defensores!;) Já disseram muito daquilo que eu vinha dizer.

    Faço das palavras aqui escritas nos comentários anteriores as minhas palavras (não é plágio, pois não?)

    Não existe ninguém que tenha inventado algo de raiz. Somos sempre inspirados por qualquer coisa ou por alguém. Toda a gente sabe disso, e quem não sabe ou acha o contrário ainda tem muito para aprender e crescer.

    E o teu trabalho tem o teu cunho, como foi dito já, a sua alma.
    Por isso, aqui vai mais um comentário de força e incentivo. Continua que vais longe! :)

    Beijinho da Madalena

    ResponderEliminar
  12. Tudo o q fazemos na vida é baseado na nossa experiência e em tudo o q vemos a nossa volta!

    ResponderEliminar
  13. Catarina Sousa e Melo28 de março de 2012 às 06:31

    Catarina, força para continuares em frente, és uma pessoa cheia de bons principios e valores, o projecto Ties é unico por ser tão genuino e feito dos laços e da cumplicidade que é tão transparente em cada nova história de vida que contas e fotografas.

    A relação que crias e que nos contagia ao ver e ler cada história é única só por si. ~

    Não se copiam histórias, vivências, nem as partilhas que cada nova "entrevistada" nos oferece. Obrigada a ti pela forma como a tua sensibilidade, criatividade e trabalho nos prende a este projecto.

    Ties é viciante, apetece sempre ver e ler mais!

    E se alguém se vier a inspirar neste teu projecto, para criar um novo "que bom!" quer dizer que gostou e que também se sentiu contagiado por ele.

    ResponderEliminar
  14. Olá Catarina,
    infelizmente esse tipo de comentário é tão, mas tão portuguesinho... creio que poucos têm dúvida da origem, da inspiração do Ties, até porque já foi referida anteriormente, mas há e hão-de haver sempre pessoas que se mostrem muito ofendidas e que adorem levantar supostas bandeiras de integridade intelectual. não lhes dê relevância, felizmente há lugar para todos, mesmo estando nós num país por vezes tão "pequenino".

    não desista, o que faz, está bem feito.

    ResponderEliminar
  15. Querida Catarina.
    O medo é pior quarto escuro onde te podes meter. A liberdade de inspiração é de todos. Se nos refugiassemos no receio do que nos rodeia não havia projectos novos. Olha os japoneses!! observa, adapta e melhora. É por causa destas cordas curtas que muito mais poderia haver em portugal. O the glow criou a ideia de fotografar mães, queres ver? Não percas tempo com estes comentários. É claro que abalam e entristecem, mas uma Macedo não se deixa derrotar por comentários que não contribuem para a a construção e evolução, pois não?
    Deixa lá isso e mãos ao trabalho.
    Publica lá a reportagem da Maria Limão e depois da Rita Ferro que estamos mortinhas por ver!! :))
    Bjs grandes.

    ResponderEliminar
  16. É impressionante como há tanta gente que adora dizer mal de tudo...

    É seguir e nem ligar! Continue a fazer o que faz e tão bem!

    ResponderEliminar
  17. Primeiro queria dar os parabéns pelo blog e pelo projecto. Sou apaixonada por fotografia (e devo dizer que o site animou-me muito a dar asas a um projecto que queria fazer nessa área) e venho aqui em busca de inspiração. Acho que acusá-la de plágio é não só injusto como algo que pode estar baseado em falta de informação sobre o conceito (que gentilmente aclarou). Podemos inspirar-nos em algo sem copiar, podemos recriar algo ou reinventá-lo dando o nosso cunho pessoal e aí é onde vejo o Ties. Continuarei a seguir de perto porque é um projecto honesto e sincero, do coração e esses duram sempre muito mais...

    ResponderEliminar
  18. Minha Querida, um comentário dessa natureza só pode ser de alguém muito mal formado e invejoso! É preciso não saber o que significa a palavra "plágio" para a usar gratuitamente e tentar atingir os sentimentos de alguém que de forma genuína tem um projecto lindo em todas as suas vertentes.
    Eu já fui vitima de uma situação idêntica e sei a injustiça tremendissima que sentimos dentro de nós, principalmente quando o que damos aos outros é de coração aberto.
    Força Catarina, nunca baixes os braços, a Internet é um Mundo e há espaço para toda a gente, é preciso ser muito mau para fazer esse tipo de comentários.

    Um beijinho muito grande de quem te admira muito.

    ResponderEliminar
  19. Catarina, Sempre que temos um sucesso há sempre quem o veja de ourtra maneira. A inveja existe especialmente quando se vai tendo a projecção que o projecto Ties está a ter. Você não tem que se explicar a ninguém, porque em consciência sabe bem o que a move... e digo-lhe desde já que é algo muito nobre.
    A Catarina está a viver isto com imensa intensidade e verdade é ´s só por isso que o projecto está hoje onde está, e onde ainda chegará.
    parabéns pela sua força, que para mim é um exemplo inspirador. Bem haja! E continue fiel a si própria.
    Releia aquela frase que deixou aqui da madre Teresa e encontrará a sua resposta.
    beijinhos maria ana

    ResponderEliminar
  20. olha... escrevi imenso e isto despareceu!!! Bem mas em essencia o que queria dizer era o seguinte.
    A Catarina vai cruzar-se com coisas destas pela vida fora, aliás como todos nós. Há-de haver sempre quem veja as coisas de um modo diferente, sobretudo quando a vida nos corre bem.
    O que tem feito com que o projecto Ties seja especial, é a verdade e a profundidade que a move e isso sente-se.
    Bem haja por isso. Para mim, a Catarina é uma inspiração!
    Releia o que deixou aqui escrito da madre Teresa e verá a sua resposta.
    beijinhos Maria Ana

    ResponderEliminar
  21. Ana,
    Fico verdadeiramente comovida ao ler o seu comentário. O seu e o de tantas outras pessoas fantásticas que o deixaram aqui hoje.
    Um obrigada muito especial. e obrigada por fazerem parte deste projecto, que não é meu, é de todas nós!:)

    e sim, nem mais apropósito a frase da Madre Teresa, que deixou um legado tão bom e tão importante!

    ResponderEliminar
  22. Obrigada Carla, tem sido muito bom e muito reconfortante todos os comentários aqui deixados hoje. O projecto prossegue, como sempre, para chegar a todas as mães e pais. :) Um grande beijinho e muito muito obrigada!

    ResponderEliminar
  23. Catarina no outro dia uma amiga minha mostrou-me uma frase que se aplica aqui: "Nothing of me is original. I am the combined effort of everybody I've ever known." (Chuck Palahniuk, Invisible Monsters). É assim connosco e com tudo o que fazemos, e ainda bem :) Não ligues a comentários que não valem a pena e continua a influenciar e a inspirar a vida das pessoas que se cruzam contigo!

    ResponderEliminar
  24. Olá, é a primeira vez que escrevo aqui. Tive conhecimento do blog através do Stylista, e sigo-o a partir daí. Aproveito para lhe dar os Parabens e dizer que não pode dar importância a esse tipo de comentários. Vão existir sempre e quanto mais sucesso tiver, pior. Normalmente vêm de pessoas que não fazem nada e têm uma vida vazia e inutil. Ignore-os.
    Muito Sucesso! As fotos do Ties são lindas de morrer!

    ResponderEliminar
  25. Só hoje li isto!! Realmente ha gente que adora estragar as coisas boas!! Mas não há nenhuma maneira de te estragar querida...és optima e pronta! A tua veia artista, prática, sensivel e que poes maos a obra e cria é algo que admiro muito e nesta área que agora me é tão querida ainda mais.
    Mas também há coisas boas com estes comentários...o contraste gigante com os TANTOS manginificos que já te adoram. E...por causa disto lá fui ver o site do the glow e ainda melhor...porque o teu é mesmo MESMO melhor. Não digo porque sim mas repara... as nossas mães são muito mais giras, os filhos muito mais giros, as casas muito mais giras e o mais importante é que as tuas fotos são muito melhores (não gostei das outras...) para além disso há tudo o que já foi dito...a tua alma e a tua entrega, a maneira como chegas e vives tudo isto.

    Beijinho grande e sempre bom trabalho,
    Leo (aqui do lado)

    ResponderEliminar