3 anos!

Chegou o dia, finalmente, o 15 de Abril de que tanto fala. Parabéns à minha nono! Ela merece!

O primeiro ano foi literalmente de se fugir! (nunca dormia, tinha energia para dar e vender e nós não sabíamos o que fazer a tanta coisa: desde sair de carrinho e dar voltas ao quarteirão enquanto ela berrava de sono, e toda a gente a olhar para nós. Garanto que não era apenas inexperiência. Ela era mesmo difícil de pôr a dormir. MESMO. (pensámos em ter o Xavier tão próximo porque sabíamos que pior do que ela tinha sido em pequenina não poderia existir, e portanto fosse lá o que fosse que viesse  seria sempre ligeiramente melhor que ela para dormir e comer- acertámos, mesmo. Não tenho uma queixa do gordinho, a não ser que só começou a fazer as noites das 20:00 às 8 da manhã com 1 ano. Até lá pedia sempre um leitinho entre as 1- 3 da manhã. Mas também não nos chateava muito, fazíamos e deixavamo-lo a beber sózinho. Come tudo o que estiver no prato e ainda mais se houver.

O segundo ano da L foi melhor, mais crescida, mais mimos a toda a gente, mas foi O ano das birras. Por isso foi o ano em que fomos mais "duros" com ela. Alguém nos dizia, quando ela tinha meses, que aquilo que quiséssemos contrariar ou mudar no seu feitio tinha que ser feito ate aos 3 anos, depois disso eles já não se deixam mudar assim tão facilmente. Começámos a rever o que seriam os pontos mais complicados. Falar a toda a gente, no mínimo dizer olá, e depois ir dar um beijinho, Sempre. Em qualquer altura, com qualquer pessoa. Pedir desculpa, sempre. Dizer obrigada, se faz favor. Comer com a boca fechada. Perceber que há coisas em casa que não são negociáveis e outras que sim. Sentá-la durante 1 minuto de castigo. Conseguir que pare de chorar pedindo-lhe.

Contrariamente ao que muitos nos diziam, a L não teve ciúmes do X. Acho que ele foi a melhor coisa que lhe aconteceu. Era simpático para toda a gente, todos param para falar com ele, e ele para fazer as suas graças. E ela na altura em que não dava troco a ninguém, percebeu que ficava para trás se não correspondesse como ele. Até aquelas senhoras mais velhas que param na rua para falar com eles, ela começou a responder e a fazer conversa. A ser mais simpática.

Em casa, é do melhor que pode haver. Adora-me adora-me até ao céu, como diz. A mãe é a mais querida do mundo, e de seguida mil abracinhos e beijinhos. É um mel, pega-se a mim como se não existisse mais nada à face da terra. E eu adoro, adoro os beijinhos e abracinhos, o cheirinho dela. Nao pensem que é só o X o meu querido, não sei se ela não será mais. São diferentes, adoro-os aos dois. Mas ele não me liga pevas. Está-se nas tintas, só quer a sua "táta", o cãozinho peluche com que dorme.

Este terceiro ano vai ser espectacular. Já comecou assim: cozinha comigo, quer ajudar a mãe em tudo. Sabe que quando o pai não está pode dormir com a mãe. Deixou as fraldas ainda antes dos 3 (thank God), e de noite também. Metade das chuchas pos no lixo, só falta A querida.

Adoro esta miúda, e foi a melhor coisa que nos aconteceu na vida. Sim, às vezes causa discussões entre nós; se um é mais ou menos duro, se devíamos fazer tudo igual, se podemos ser ligeiramente diferentes, e acho que sim.

Todos os dias nos orgulhamos dela, e de tudo o que já cresceu. Põe-nos um sorriso estampado na cara, não há igual a esta miúda, e é a nossa.

 







10 comentários:

  1. Muitos Parabéns à Leonor e que continue a crescer com esse ar de felicidade estampado na cara! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Parabéns! Que daqui para a frente seja tão bom ou melhor! Bjs :)

    ResponderEliminar
  3. Muitos parabéns!
    Um dia muito feliz para a aniversariante e toda a família.

    ResponderEliminar
  4. Parabéns, sente-se o orgulho e a felicidade neste relato tão simples e direto.
    Muito bem!

    ResponderEliminar
  5. Muitos parabéns Nono!!! Es linda, linda, linda. Que tenhas um dia muito feliz!!!

    Beijinhos de parabéns também para os papás babados!

    ResponderEliminar
  6. Muitos Parabéns para a Leonor e familia também. Um dia muito feliz!

    ResponderEliminar
  7. Parabéns à Leonor ! Que continue sempre assim....

    ResponderEliminar
  8. Muitos parabéns Catarina! Um beijinho, Francisca

    ResponderEliminar
  9. Envio daqui o meu beijinho de Parabéns! (atrasado, bem sei!) mas ainda assim, não consegui deixar de o fazer. Parabéns Leonor e restante família! adorei o texto porque o senti sincero, resultado de um coração repleto de amor.

    ResponderEliminar