Pai para mim, mãe para ti.

Fui avisada, o dia iria chegar.

Estes 3 anos só mãe iriam acabar.

Já se ouvem frases como: "Já não vai à minha festa!" (assim, do nada); Só gosto do pai. A mãe é do mano. O pai é todo meu.

É sinal que está a crescer, e que os supostos complexos estão no devido lugar. Não fico triste, fico aliviada.. o M pode tê-la um bocadinho mais. E como ainda não está 100% contra mim ainda é um amor.

Por outro lado, o gordinho, que não ligava a ninguém, e até fazia muita festa ao pai, está todo MÂE. Por isso, perco de um lado, ganho do outro.

Também se vai ouvindo frases amorosas da L: " a mana M (ela diz que é rapariga, e que se chama Maria) gosta muito de mim, gosta mesmo mais de mim e quer brincar comigo"; de manhã: "Bom dia mana M", de noite: "Até amanhã mana M" é sempre assim, sempre que eu chego, dá-lhe um beijinho. É mesmo a irmã mais velha. Sonha com o dia em que vai dar banho à mana, a roupa que lhe vai vestir...







O gordinho vai aprendendo cada vez melhor a falar. Tem um excelente ouvido e repete, quase na perfeição o que lhe dizemos.

Bola, pé, mana, tia Rita, tia Caína, Pilar, (Adora chamar a Mémé). Quico... senta, deita, e tantas tantas outras coisas... imagino-o a tocar guitarra portuguesa, um dia, com a aptidão e o gosto que tem pela música.

Sai á mãe, em tudo. É artista, tem "pancada": um dia adora sopa, outro detesta. Gosta de comer também ao mesmo tempo que lhe damos o jantar; tem birras que duram 3 segundos, é homem, e muito prático, tudo se resolve a bem e rapidamente. Tem ciúmes e é possessivo. Adora ser independente e faz percursos inteiros a andar sozinho, sem dar a mão (porque só dá para subir e descer degraus), só quando está mesmo muito cansado é que recorre ao colo, sempre o da mãe. Pede a "bi" (chucha) e fica no miminho.

Adoro estes miúdos.

6 comentários:

  1. Este post está uma ternura... que lindo .-)

    ResponderEliminar
  2. Pois, acho que ainda tenho um ano "só para mim", mas já sabia que ia ser assim! :)
    bjs

    ResponderEliminar
  3. Olá Catarina, acompanho o blog há já algum tempo e adoro, acho que venho todos os dias. Mas este post é realmente especial, simples e lindo!
    Estou grávida de 12 semanas do 1º e é realmente inspirador ler isto e perceber que existe um Mundo novo para descobrir.
    Bj e Parabéns pelo trabalho.

    ResponderEliminar
  4. E ainda estava na fase de negação:)

    ResponderEliminar
  5. Olá Inês, muitos parabéns, e muito obrigada pelo comentário ao post. Os miúdos são fantásticos e todos os dias nos surpreendem e fascinam! Vai adorar! Um grande beijinho!

    ResponderEliminar
  6. (Ainda) Não estou preparada para a fase da Paizite aguda...
    elas são duas e têm a mesma idade... e eu adoro estes miminhos e o "mãeeee" a toda a hora!!

    ResponderEliminar