Twins

Há uma certa tendência na minha família para este "acontecimento", a minha mãe é gémea e o seu irmão gémeo teve gémeas.

A maior preocupação do M, quando vou à primeira eco, é saber quantos são. Morre de medo que sejam dois (e eu, em silêncio, penso: até tinha graça).

Em silêncio porque tenho tenho algum "respeitinho".

Já ouvi de tudo: umas dizem que é complicado outros dizem que não... Por aqui só posso aceitar o que vier. Costumamos desejar muitas coisas para os nossos filhos (ainda na barriga e já fora, e durante muito tempo, pensamos neles).

Mas esta condição, de ter dois filhos de uma vez só, não consigo pôr nas minhas preces. Não sou mariquinhas nem nada parecido, principalmente no que toca a filhos e bebés... mas isto de gémeos é uma coisa muito "perigosa" e que requer muita paciência e disponibilidade.

Se já de um ficamos enclausuradas e escravas das suas necessidades, imaginam de dois? Só me lembro das noites infernais da L (e dias), quando finalmente se acalma, começa a história toda com o gémeo? E se for ao mesmo tempo?

Imaginem: já deram de mamar a um, o arroto também já está e finalmente adormeceu (com uma ou duas fraldas e mudas de roupa pelo meio, de bolçados e cocós até ao pescoço), e depois recomeça com o gémeo, e depois acorda o outro... how is this possible?

Nos últimos tempos tenho fotografado alguns gémeos... Fico um bocadinho em pânico. Que sinal é este???? Devo preparar-me para alguma coisa'??

Mães de gémeos, conte-me os vosso truques, os dias mais dificéis... preciso de me preparar para tudo!!!

E deixo estes dois, queridos filhos da T, que faz parecer tudo tão fácil!







4 comentários:

  1. Catarina, ser mãe de gémeos é uma benção! Não tem nada de "perigoso" até nascerem! :) Depois da etapa de conseguir chegar ao fim da gravidez, é um alívio e uma dupla felicidade! Aliás, tudo é a dobrar, nas coisas boas e menos boas! O resto é tudo igual, temos que seguir a nossa intuição e sensibilidade. É maravilhoso acompanhar o crescimento de dois filhos que têm uma ligação que só eles conhecem. Aprende-se muito! Recomendo! ;) Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Me-do! Dois a chorar, a bolsar, com a fralda suja...
    BOOMM! Dois a sorrir, a dormir que nem anjos, a crescer tão fortes e saudáveis!
    É difícil "escolher"!
    Bjs
    PS: Mas eu também tinha medo! :)

    ResponderEliminar
  3. Rita da Costa Martins10 de maio de 2012 às 15:35

    Também venho de uma linhagem de gémeos: a minha bisavó teve 3 pares de gémeos (em 3 gravidezes vieram 6 bebés!!) e o meu avô era um deles! Igualzinho ao meu tio!! Até agora não voltou a haver gémeos...

    Por acaso qdo engravidei a 2º vez queria mesmo que fossem 2! Não sinto aquele medo e como quero 3 sempre "adiantava o trabalho" de uma só vez! No dia a dia também me parece mais simples: a mesma escola, logo menos "piscinas" de carro, festas de aniversário no mesmo dia, a roupa serve sempre a todos ao mesmo tempo... não sei... a minha colega tem trigémeos e "sobreviveu", acho que também iamos conseguir com 2!!

    bjs.

    ResponderEliminar
  4. Tamtas coisas boas e tantas assustadoras!!!

    ResponderEliminar