Being the older sister













Ser a irmã mais velha é mais ou menos assim...

Feliz, tem uma secretária "vintage" que comprámos para fazer de mesa de apoio numas velharias há uns meses; Um organizador de papéis mesmo "à menina" com florzinhas e tudo! Sente-se crescida, na cadeira que a deixa tão mais alta que o mano, e tão diferente.

Passámos a cama dela para o quarto dele, era o que sempre quisemos, e agora chegou a altura. Estão os dois tão contentes por dormirem quase colados um ao outro!

Deixou de "contar carneirinhos"... não para dormir, felizmente não precisava, mas porque lhe ensinámos e ela repetiu, tão desléxica: "1 carneirinho L- 1 taralhinho", imaginem a risada, e quantas vezes não pedimos que contasse carneirinhos. Rapidamente percebeu o quanto gozávamos o prato e já não se deixa enganar.

Gosta imenso de ser a irmã mais velha. Adora a responsabilidade de ensinar coisas ao mano.

Este fim de semana também adivinha já muito trabalho: amanhã um baptizado e um casamento e domingo mini sessões a manhã inteira! Tem sido uma sorte ter tido tanto trabalho!

1 comentário: