Have I kissed you enough?

Parece que nunca é suficiente. Estou  a trabalhar e precisava de mais 5 horas pela frente. Mas é hora de os apertar... Lembro-me de fotografias antigas quando era pequenina e da vontade que dava poder apertar de beijinhos, e penso: que cliché, mas passa tão depressa que parece que nenhum beijinho é suficiente, e como não é possível ter filhos de dois em dois anos, quando nos apetece, para sempre, há que aproveitar os que se podem ter.



Por favor, não me perguntem mais se sou louca. Sei bem o trabalho que dá ter duas crianças pequenas, o terceiro também vai dar trabalho, mas não somos loucos, somos apaixonados pelos filhos que temos e pelos que podemos ter. E sentimo-nos muito capazes de ter mais. Não perguntem como, assim é.

12 comentários:

  1. Qual louca! Que família linda!! Adorava um dia ter uma assim, ter três filhos, amigos, companheiros, e esse amor, essa dedicação aos miudos! É muito bonito! E não é ser louca ou ter muita coragem! É ter muito amor! Força Catarina! Aguardo com expectativa a chegada do terceiro gordinho :) Um beijinho

    ResponderEliminar
  2. Aí está... é isso mesmo que eu sinto!!! Apesar de ir apenas a caminho de ter a 2ª, sinto exactamente isso, que nunca vou deixar de ter vontade de ter filhos... como??!!! também não sei, mas é esse sentimento que me invade todos os dias!!!!! E as vezes quando ouço pessoas com dois filhos a dizerem 'Eu não quero mais nenhum', eu penso que adoraria pensar dessa forma.. Talvez um dia!
    Um grd beijinho e td a correr bem!

    ResponderEliminar
  3. Catarina, desde que descobri este teu blog que venho aqui com muita frequência. Gosto sobretudo da forma tão querida como falas dos teus filhos, da tua abertura à Vida e da maneira tão positiva como vês a Maternidade. Hoje em dia, com mais obstáculos que benesses, famílias como a que tu demonstras ter são verdadeiramente corajosas e exemplos incríveis para a nossa sociedade.

    Dou-te os meus parabéns por esta terceira gravidez, não te acho nada louca - acho que tens muita cabecinha e mostras toda a tua liberdade através deste novo bebé que nasce dentro de ti.

    Continua! Porque é um gosto ver o que escreves e porque dás força a pessoas que, como eu, gostariam de um dia vir a ter a sua família numerosa (e também a começar novinha, se possível!).

    Um grande beijo e parabéns.

    P.S. - Já votei!

    ResponderEliminar
  4. Ola catarina
    Acho que 3 foi a conta que Deus fez;) em julho nasce o Gonçalo, tenho a helena com três anos e meio, e apesar de hoje estar daqueles dias de neura, os filhos são a melhor coisa que temos;) a helena esta á 1hora e meia deitada na cama dela a tentr adormecer;( quanto mais me apetece dormir, pior....e com 33 semanas de gravidez agradeço todos os bocadinhos que posso relaxar.
    Acho que tem uma familia linda, e gostaria de marcar uma sessao consigo quando nascer o bébé;)
    Um beijinho força ;)

    ResponderEliminar
  5. Cada vez gosto mais de si. Também não me pergunte a razão... E não tive nenhuma filha. Mas se tivesse tido uma gostava que fosse a Catarina.

    ResponderEliminar
  6. Olá Margarida, obrigada! :) Vais ter, de certeza! Um grande beijinho!

    ResponderEliminar
  7. Rita, durante algum tempo ainda neguei a minha natureza! "Estamos tão bem assim, são dois, vamos aproveitá-los, estão numa fase tão boa, secalhar ficamos por aqui". Impossível, não durou mais que dois ou três meses essa fase. Como deixar tudo na tranquilidade? Acho que não sabemos viver assim....! Um beijinho e que corra tudo bem com a 2ª:)

    ResponderEliminar
  8. Olá Teresa! Obrigada, é muito bom saber que há quem pense e viva assim! Incrível como com três já somos uma família numerosa... :) apesar de estarmos a passar uma fase difícil no nosso país, e de existirem famílias com inúmeras dificuldades, temos tido sorte, e pelo menos 3 já cá cantam, quem sabe um dia, mais!
    Muito obrigada por seguires e gostares do blog, do que escrevo... fico contente por poder dar essa "força".
    Um beijinho!

    ResponderEliminar
  9. Olá Angela! Há fases tão difíceis que só apetecesse voltar para trás, ou sair de casa por umas horas! Mas depois passa, e voltamos ao melhor que existe no mundo: ter os miúdos bem e nós descansados para poder aproveitá-los! Muitos parabéns pela nova gravidez, vai correr tudo muito bem! Espero por noticias desse bebé:)

    ResponderEliminar