A primeira coisa que fazem quando acordam?

É difícil descrever uma manhã. Tão difícil quanto acordar. Oiço uns passos rápidos e curtos, vou de encontro a uma coisinha mini mini, que já corre desvairada pelo meio do corredor. Vou a correr abraça-la e levo-a para a minha cama, ficamos nos mimos até o mano acordar. São 7:30 e o tempo vai passar minuto a minuto até à hora "obrigatória". Ouvimos o mano, vou a correr busca-lo, que já chega de sorriso de orelha a orelha, percebe que vai ter com a mana e que vai ter miminhos.

Cheiro-os, abraço-os, encho-os de beijos. E é disto que morro de saudades quanto estamos fora! O resto que se segue é tão ou mais banal como nas outras casas. Correm para a cozinha e comem cereais com "eiiitinho", como diz o X. Ficam a conversar enquanto eu adianto trabalho antes de sair de casa. Nos poucos minutos em que estão presos e posso escrever estas linhas, porque senão vou me esquecer, vou me esquecer de como acordei hoje e nos outros dias.

Oiço asneiras "xixi cocó", mil parvoices, colheres a bater nos pratos, cantigas e risos! Não faz mal, são irmãos.

 

 

1 comentário: