waiting...

Às vezes, no meio de tantas coisas boas, há momentos que parecem "estragar" todo o trabalho e as ideias que por aqui andam. Mas arregaçamos os braços, a lente nova que se partiu há-de ser substituida, a Campanha Mães Reais há-de ser um sucesso! Enquanto afinamos os últimos detalhes, e esperamos aderência de mais fotógrafos, ainda tive a ideia de por todo o país haverem fotógrafos a fazer a campanha Mães Reais. Não era uma maravilha? Todas as mães do país inteiro poderem estar no Campanha? O projecto não é meu, é nosso, para quem o quiser!

No fim de semana trabalhei, como sempre, e no meio de um dia maluco fomos parar a Alcácer do Sal. Levei os miúdos, levei o M e a T, o J e o F receberam-nos como parte da família, numa casinha amorosa! Adorámos, como sempre que somos assim recebidos! O tempo não estava do nosso lado, a luz que entrava pelas portadas era muito fraca, não ficámos com imagens "perfeitas" sempre, mas guardámos momentos inesquecíveis. Obrigada! É nestas alturas que continuamos a saber que vale tanto a pena trabalhar por conta própria. Em que os elogios são o máximo, e nos elevam, mas as críticas são pesadas e nos destroem. Vive-se assim, de extremo em extremo, e sabemos que nem sempre podem ser só coisas boas, mas são, na esmagadora maioria das vezes, e por isso continuamos, cheios de vontade de trabalhar mais e crescer.

Logo mostro-vos mais desta sessão!


4 comentários:

  1. Vai ser um sucesso sim...eu diria mesmo que já é um Sucesso !!!! "Prá frente é o caminho" beijinho

    ResponderEliminar
  2. Olá Catarina! Tenho vindo a acompanhar o Ties e sem dúvida que o projeto é fantástico! A Campanha Mães Reais é genial e gosto (muitooo) da ideia de haver fotógrafos pelo país inteiro, para proporcionar momentos fantásticos a mães, que são super-mães. =) Parabéns pelas iniciativas e por todo o trabalho realizado até aqui. Desejo muito sucesso! ;)

    ResponderEliminar
  3. Catarina, que bem observado isso de uma pessoa que trabalha por conta própria viver de extremo em extremo — revi-me tanto na maneira como caracterizaste isso! Os elogios sentidos são tão bons, mas parece que basta uma crítica carregada de veneno para deitar por terra 100 elogios... enfim!

    Boa sorte para tudo! Cá estarei a assistir e a participar sempre que possa.

    ResponderEliminar
  4. Pois é, mesmo assim não é Concha? Mas vivemos, muito intensamente, e trabalhamos com mais empenho e dedicação, porque somos nós! Não há melhor que trabalhar assim! Um bj enorme e obrigada (por tudo)!

    ResponderEliminar