Ties na Revista Papel



Amor. Transborda em cada imagem e em cada palavra, que a duas, quatro, seis, oito mãos se vão desenhando. São histórias contadas pelos olhos de quem as vê de fora, cheias de vidas diferentes mas com um fio que as intrinca: amor, amor, amor.
A ideia nasceu pelas mãos de Catarina Ferreira, fotógrafa, artista, contadora de histórias em imagens, e foi crescendo. Em dois anos, o projeto Ties ganhou o carinho e a atenção de todos os que procuram encher de cor a sua vida. Não só pelas histórias, como pela vertente social que decidiu inaugurar. Mas lá chegaremos.
Como fonte de inspiração, Catarina usou site norte-americano ‘The Glow’. O objetivo deste novo projeto? Encontrar ‘mães – exemplo’: aquelas que, como a própria Catarina-mãe-de-dois,  conseguem conciliar a sua atividade profissional com uma vida familiar saudável, que são criativas e que fazem do seu trabalho os seus próprios projetos. Em resumo, mães que não hesitaram em dar uma volta à sua vida para ficarem mais próximas dos seus rebentos. O resultado? Imagens que podiam dispensar as palavras, não fossem elas também parte deste projeto. E inspiração. Muita inspiração.
“O Ties é um projecto de vida”, confessa Catarina Ferreira ao Papel.  ”Antes de ser criado já existia no que sonhava ser a minha vida: comunicar, conhecer, criar e poder inspirar e incentivar familias a viverem mais felizes”.

Que a felicidade é algo que se tenta alcançar todos os dias, mas teima escapar-se nas oportunidades perdidas quando nos distraímos. A Ties, por outro lado, congela momentos em imagens de alegria, partilha e de cor.
“Representa acima de tudo uma forma de estar, a minha maneira de viver as relações familiares, a gestão do tempo de familia e laboral. É um projecto que me faz muito feliz”, resume, como quem diz tudo.
As sessões Ties Project são gratuitas. “O objetivo é divulgar o carácter empreendedor dos projetos e não a vida pessoal”, explica a equipa do Ties ao Papel. Nesse sentido, “as sessões fotográficas Ties são sempre feitas em casa dos pais/mães empreendedores”, exceto no caso das autopropostas. Aí, 10% dos ganhos dessas sessões revertam a favor do PAV – Ponto de Apoio à vida.
Regras que podem parecer estranhas, sobretudo quando a crise teima em permanecer no País, e ‘ninguém [parece] dar nada a ninguém’. Mas quem olha para o Ties percebe que a satisfação com que a equipa trabalha e espalha inspirações paga parte do seu salário – em alguns casos, paga-o na totalidade. Para além de Catarina, fazem parte do projecto a jornalista Mariana Araújo Barbosa – que conduz as entrevistas -, a designer Mafalda Mendes Coelho e ainda a fotógrafa assistente Mafalda Rodrigues.
À equipa juntou-se, no início deste ano, Sofia Castro Fernandes, com a missão de fazer crescer a marca Ties. “O Ties representa ‘A’ mudança. A volta de 180 graus, a lufada de ar fresco, a leveza, a conjugação perfeita do verbo querer e fazer (acontecer)”.
O Ties aparece na vida de Sofia na mesma altura em que tinha decidido fazer uma pausa na carreira que ao longo dos anos foi construindo na área da consultoria, em empresas maiores ou menores. O Universo recompensa os audazes e Sofia abraçou, quase consequentemente, este novo projecto. A Ties “representa o desafio”, afirma. “Talvez um dos maiores desafios da minha vida. Uma marca que admiro (o carisma da pessoa que a fundou, acima de tudo), um projecto bonito, cheio de coisas boas para dar. Dar! É isso que o Ties representa de melhor na minha vida: poder dar, sem filtros, condições, inflexibilidades, o melhor de mim”.
Com a Sofia veio também um novo desafio para o Ties, que se lançou este ano na aventura de realizar  Workshops de Fotografia e Gestão de Tempo. A divulgação, que passou sobretudo pelas redes sociais e pelos amigos, resultou melhor que muitos anúncios de televisão.
A primeira edição – dias 13 e 14 de Abril, em Cascais – esgotou pouco tempo depois de ter sido anunciado. O Algarve e o Norte vão receber também edições destas sessões que são dadas pela Catarina – Fotografia – e pela Sofia – Gestão de Tempo. Lisboa, tão bom foi o acolhimento, terá direito a um novo workshop, em data ainda a definir! Uma lufada de inspiração, de novos desafios e de projetos diferentes quando Portugal parece querer mergulhar na escuridão. Catarina vai ensinar a brincar com a luz e com as imagens. Sofia quer mostrar que o tempo pode ser mais amigo do que inimigo. E que a vida pode ser mais brilhante.
Estes workshops são mais um passo naquela que é a missão da Ties, explicada por Sofia: “Crescer de forma sustentada, em pessoas/equipa, em parceiros de negócio, em leitores/seguidores que têm sido sempre o melhor barómetro da qualidade do nosso trabalho, em ambição, em criatividade, em países, em amor ao próximo, em responsabilidade e dever social”
De olhos brilhantes e sorriso estampado no rosto, Sofia vai mais longe. E quer que o Ties a acompanhe nestes desejos. “Queremos transformar ideias em projectos, alargar o espectro do nosso negócio, desenvolver linhas paralelas que nos permitam atrair outros nichos de mercado, cimentar a vertente ‘training’ como ferramenta de apoio às famílias empreendedoras e a todas as pessoas que apostam no enriquecimento pessoal como forma de mudar o seu mundo”.
No fundo, ensinar aos outros que não é impossível nem muito difícil ser feliz. “Quero que o projecto se torne uma referencia, não só a nível fotográfico, mas sobretudo de exemplo de empreendedorismo materno (e paterno)”, afirma Catarina. ” Queremos muito internacionalizar a marca, levar o conceito mais longe associando a um projecto de coaching; sonhamos entrevistar muitas mais famílias criativas que desempenham o papel fundamental de inspirar uma geração”.


Margarida Vaqueiro Lopes, na Revista papel

Está fantástico, não acham?

2 comentários:

  1. Está mesmo Catarina , um texto brilhantemente bem escrito e que define tão bem o vosso projecto, ao ler fiquei ainda com mais vontade de continuar a acompanhar-vos pois acho o vosso trabalho fantástico. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Estou fascinada com este projeto. Descobri-o hoje e fiquei de boca aberta. Este era o meu sonho! Um sonho que há muito que anda a pairar na minha cabeça e só não tinha ainda encontrado a forma. Parabéns por teres conseguido realizar este projecto. Espero que o mesmo tenho um sucesso enorme!!! Quanto a mim, gostaria um dia de estar no grupo das mulheres empreendedoras que mudaram de vida pelos filhos. É disso que o meu blog fala tb, ou melhor... gostaria que falasse pois neste momento só fala de mim. A minha profissão não me deixa arriscar e todos me chamam maluca quando falo nos meus projetos. Por isso, resta-me babar-me com quem teve oportunidade de ter o seu emprego de sonho!

    Beijinhos

    Rita
    http://eraumavezomeusonho@blogspot.pt

    ResponderEliminar