Um dia.

Todos sabem o quanto queremos o nosso terceiro filho. Não sou pessoa de meias verdades, nem de esconder nada. É verdade que muita coisa mudou desde Agosto, e espero ansiosamente pelo dia em que me vão dar aquela alegria de volta, em que me vou sentir eu outra vez. Ansiosamente, é a palavra certa. Quando isso acontecer, posso contar aqui, ou não. Provavelmente não contarei logo, a vida ensina-nos alguma coisa.
Quem está comigo todos os dias vai reparar que quando esse dia chegar vou ter um brilho diferente nos olhos; ou quem me ler, vai perceber que há qualquer coisa de diferente. Quando esse dia chegar não vou precisar de ler tantos testes negativos para saber o que já sei. Saberei, e ponto.

Saberão, vocês, a seu tempo, com calma e alegria, virtudes que estou a conhecer e a saber usá-las.

Por enquanto ficam os bebés dos outros, que me animam e me ajudam; ficam as expectativas da L, que muito deseja o "seu bebé".




3 comentários:

  1. Esse dia há-de chegar e trará com ele uma enorme alegria, uma felicidade imensa que dará luz ao vosso futuro, à vossa vida, que me parece tão bonita. Só tem de continuar a acreditar: ) um beijinho grande.

    ResponderEliminar
  2. :) Sem dúvida Catarina! Tranquila! Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  3. tudo a seu tempo, tudo a seu tempo :)
    um beijinho*

    ResponderEliminar