Today

Um dia normal para nós começa às 7:30, quando a L se enfia na nossa cama, e se aninha no "meu" lado. Desculpem estas descrições a toda a hora, sempre amorosinhas, mas é assim que somos. Mimos, sempre e muitos. É assim que acordamos e nos deitamos, com eles nos mimos. É aí o nosso momento, e quando mais precisam de nós. Para mim, a manhã é fresca, sou uma pessoa matinal, e não me custa levantar cedo, por isso, adoro quando aparecem na minha cama as cabeças amarelas! E gozo-os tanto! Ao final do dia, o gozo é diferente, muito! Sou de fazer birras de sono e cansaço, e muitas crianças a gritar ao mesmo tempo deixam-me muito pouco tolerante, por isso, esta altura do dia, quer se rapida e simples. 20:30 e estão na cama. Eu, sossegada, retomo assuntos pendentes do trabalho, ou deixo-me descansar e conversar com o M.
Há semanas de trabalho intensas, em que algumas tarefas são delegadas ao M, quando está por cá, e chego a casa já eles dormem. Nem sempre acontece, mas quando é assim, vou buscar um de sua vez à cama, nem chegam a acordar, mas dá para os cheirar, e estar um bocadinho com eles.

Hoje foi um bom dia. Estou muito contente por estar onde fiquei há exactamente um ano atrás (curioso, não é?), mas ao mesmo tempo apreensiva e a tentar descansar ao máximo. Avizinham-se 4 meses intensos de trabalho e não posso arriscar nada. Por isso, colos e esforços estão completamente postos de lado durante os próximos tempos. (Claro que é sempre o recomendável, que até se cumpre no primeiro filho, mas todas sabemos, quando já temos um, ou dois, o quão impossível é cumprir esta recomendação!) Mas esforço-me, penso 3 vezes se vale a pena, mesmo, andar mais carregada ou pegar no X, em vez disso incentivo-os a andarem, mesmo cansados, digo-lhes para fazerem corridas! (truque que resulta sempre!)


































1 comentário: