Amores de Verão

Sim, este post é mesmo dos amores de verão, mas não os meus, os da Leonor.
Chegámos à Ericeira e a pergunta era sempre a mesma: "Mãe, onde estão os Moreira Rato?"
Um dia eles lá chegaram à praia, instalados no toldo mesmo em frente ao nosso, a Leonor encantada da vida, ia olhando ao longe, e relembrando o verão passado, em que tanto brincaram.

De vez em quando olhava para mim a rir e dizia: "Mãe, o L já olhou para mim e riu-se."Da timidez dela à primeira conversa foram dois dias. Primeiro não queria trocar o fato de banho em frente deles, tive que a enrolar numa toalha (ai o pudor!), depois cada vez que eles passavam parava o que estava a fazer e seguia-os com o olhar fixamente enquanto sorria radiante.

Hoje foi O dia. O dia em que resolveu ir estender a toalha ao lado do L, o Moreira Rato que ela acha mais graça. Não consigo explicar o charme e o namoro que por ali se passava. Entre conversas e risos, enquanto mexia no cabelo e olhava para o chão a rir-se, ele que cada vez que nos via a olhar, corava até à lua...
Não o largou o resto do dia, e o mês de férias mal começou...

5 comentários:

  1. A Catarina desculpe, normalmente sou uma seguidora (e admiradora) silenciosa, mas havia necessidade de citar o nome da família? Para mim não faz sentido escarrapachar Moreira Rato e depois tratar o pequeno por L. Será que teriam a mesma distinção se se chamassem Silva ou Pereira? Sei que me estou a desviar do sentido do post, mas além de achar uma incongruência achei pedante, sinceramente. De resto desejo que a pequena L seja muito feliz neste seu primeiro e seguintes amores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Obrigada pelo si comentário e, apesar de nao dever explicações n justificações a ninguém, a história e contada assim com o nome da família (que também e minha, porque somos primos) porque e assim que ela fala deles. Fossem silva, Ferreira ou Esteves, e perfeitamente indiferente. Faz parte da graça e da história...

      Eliminar
  2. Tão tão fofa!! :) Parabéns pela história, deu para imaginar que também estava a espreitar a cumplicidade dos 2!!

    ResponderEliminar