My new baby

É entusiasmante chegar às 20 semanas, saber que metade do caminho já lá vai, e que mais outra metade e finalmente posso conhecer o bebé que nos fará ainda mais felizes.
Não vou esconder que até chegar aqui imensas duvidas e medos me assombravam algumas noites, qualquer dor ou contração me deixavam aflita. Muitas vezes sonhava que acordava sem barriga... Foi também tão bom sentir os primeiros movimentos a sério, mais consistentes e rotineiros! Sentir a companhia deste bebé durante o dia é delicioso!

Há uns dias fui buscar as roupas dos irmãos, se for mesmo rapariga precisamos de comprar (algumas/poucas) roupas. A Leonor nasceu em meados de Abril, e poucas coisas quentes lhe comprei. O verão apareceu logo a seguir! O Xavier (previsto para a mesma data, 2 de fevereiro) tem muitas coisas quentinhas, que passarão na sua totalidade para o bebé. Mas, uma das coisas com que me perco (eu e todas as mães) é a roupa. Então de recém nascido perco-me completamente!
Para este vou abulir os cueiros. A Leonor usou muito, principalmente no primeiro mês, mas depois com o calor a aparecer e como chorava muito e passava o dia nos nossos colos, passou para fofos mini, em que ficava tão arrumadinha e sem as saias a subir..
O Xavier pouco usou cueiros, 2 ou 3 todos de lã Os macacos inteiros e os fofos são mesmo a minha perdição. Ficam sempre bem, justinhos ao corpo, nada sobe, gosto de os ver com roupa "à medida". A única coisa que gostava era de encontrar marcas portuguesas a fazer roupas de bebé tradicionais mas com um toque mais contemporâneo, com menos golas e folhos, só o q.b., com casaquinhos a abotoar de lado e não ao meio, com cores diferentes mas neutras.

A me&thegrownups é uma marca nossa, em que recorrentemente encontro modelos diferentes, em que ganham pelo menos é mais. Compro para o Xavier e fico sempre contente, porque fica giro sem ser demasiado arrumadinho. Outra marca que encontro coisas óptimas para bebé é a Camila Camomila, ainda a começar, mas para mim, promete imenso só com estas pequenas amostras! A Maria Gorda é das lojas em que encontro mais coisas diferentes, desde bebé até mais crescidos, com golas pequeninas, discretas e apostar no corte. Estou em pulgas para ver e fotografar a nova colecção MPP, acho que promete!

1- Conjunto Calças e Casaco de lã Bonpoint em cor de rosa velho; 2- Camisola Maria Gorda 3-babygrow diferente (adorei a cor e o padrão geométrico); 4- Camisa e camisola Maria Gorda; 5- Misha and Puff; 6- Nicoli, casaco de lã de rua; 7- Camila Camomila; 8- Nicoli modelo botões ao lado;

2 comentários:

  1. Catarina, subscrevo totalmente! Antes de ter tido o Rodrigo achava que os cueiros eram o máximo, mas rapidamente fiquei convencida de que dão muito pouco jeito. Continuam a ser giros mas num mundo sem cintos de segurança, em que os bebés ficam imóveis e sorridentes em cima da cama.

    A minha mãe tricotou e comprou-me uma série de macaquinhos de lã e fiquei fã, sobretudo aqueles que têm pés. E claro, fofos para o tempo mais quente.

    Em relação a grandes golas e muitos folhos e laços (então quando é tudo ao mesmo tempo), não faz mesmo nada o meu género...

    Estou cheia de vontade de ver esse bebé que aí vem! :)

    ResponderEliminar
  2. Entretanto já sei que vem um Sebastião! :) Mas, acho que para miúdas ou miúdos os fofos são mesmo isso, os mais fofos!! :) Mais uma vez Parabéns!! :)

    ResponderEliminar