O nosso retiro

O fim-de-semana ainda não tinha começado (fim-de-semana, leia-se, dois casamentos), e já sabia que tanto eu como eles íamos precisar de uma pausa, de 3 dias pelo menos. Foi tudo o que eu imaginei quando idealizei o sítio. Sonhei com um pomar, uma piscina (era o que menos importava), animais, espaço para os miúdos correrem e nós a ver sentados nuns bons sofás.

Sonhei e concretizou-se. Na Herdade da Matinha. Um Pomar, maçãs, romãs, peras... galinhas, cavalos, cães e um gafanhoto no ombro do Xavier, qual grilo falante, consciência do Pinóquio. Água para o miúdo brincar, terra e pedras a condizer. (Ele só precisa disto). Ela entre os jogos de dominó e da glória, passeios ao luar, ver os cavalos e roubar pão com doce depois do pequeno almoço. Fazer pic-nic e ficarmos deitados a comer e beber toda a tarde.

Foi tudo o que eu imaginei e muito mais:)

































2 comentários:

  1. Fotografias lindas! fiquei cheia de vontade de lá ir também!

    ResponderEliminar
  2. Sem palavras. Absolutamente delicioso. Dá mesmo vontade de ir!

    ResponderEliminar