O Baptizado

Percebi que há alguma curiosidade em saberem como foi a preparação da festa do Baptizado do Sebastião. Talvez fiquem desliudidas...
Porquê? Foi um almoço simples e pouco "trabalhado". Pensámos em quem gostaríamos de ter neste dia, connosco e estipulámos um número máximo: 20 convidados, maioritariamente família. Eu fiz tudo, só pedi que trouxessem sobremesas. A maria, minha nova assistente, fotografou (porque isso sim, acho fundamental) e assim foi.

Uns dias antes fui comprar flores (cravos brancos e cor-de-rosa num super-mercado, onde fiz todas as compras para preparar o almoço, foram baratas e hoje ainda estão óptimas nos jarros). Pedi a uma amiga que tem o dom da cozinha umas orientações para servir coisas frias e simples (tábua de quejos, pão e tostas; espetadas de mozarrela, tomate cherry e manjericão; salada de salmão fumado e queijo feta; carne de porco assada com batata palha; quiche de alho francês e quiche de Bacon; os avós trouxeram uma taça de morangos e mousse de maracujá e servimos o bolo de Baptizado, que encomendei à Filipa (lindo).

Acho importante não haverem distracções, somos uma família católica e, antes de mais, o Baptizado é um sacramento (não apenas uma festa), mas digno de uma imensa alegria e uma data que marca uma nova vida para o Sebastião (e para nós e os padrinhos também). A escolha dos padrinhos foi igualmente pensada. Quem serão as pessoas que queremos por perto do Sebastião? Que o ajude e a nós também? Quem vai acender a vela, transmitir a fé, e dar testemunho? Acreditamos muito na madrinha e no padrinho que escolhemos. Sabedoria, paciência, caridade. É o que esperamos.

[porque o baptizamos pequenino? porque queremos educá-lo na Fé Cristã, e como pais que somos acreditamos que temos responsabilidade na sua educação geral e também aqui. Por isso, assim como escolhemos a escola dos nossos filhos, "escolhemos"/ orientamos para a Fé Cristã. Porque se não lhe dermos a conhecer desde cedo, ele não poderá fazer mais tarde a escolha de se crismar ou não, porque ainda nada lhe foi apresentado...]

É engraçado, se tiverem tempo, irem descobrir o "dia do santo com o nome do vosso filho/a"; no nosso caso, não houve muito, nem havia alternativa porque até novembro não tenho mais fins de semana livres. Calhou no dia de S. Pedro, e calhou muito bem, porque é o nome do meu pai.

O vestido que o Sebastião vestiu era da minha família, e do que a minha mãe se consegue lembrar, foi mandado fazer pela minha bisavó para os netos. Nem a Leonor nem o Xavier o vestiram porque foram baptizados com 9 meses e já não servia.
Durante a manhã a Leonor desenhou presentes para os convidados, só faltou por a data, e ficarem autênticos "Santinhos" para relembrar este dia.
A querida Maria, registou com imenso empenho este dia, e partilhamos algumas dessas imagens hoje.




























Recebemos presentes que nos fazem imenso sentido nestes dias especiais. Uma argola de prata com a data do Baptismo gravada e o nome; Uma medalha de S. Sebastião
desenhada especialmente para ele. [entre outros: fio de prata e crucifixos], quando foi a Leonor, pedimos uma fiada de perolas, é uma óptima ideia para quem tem raparigas, um presente sempre intemporal.



10 comentários:

  1. Tudo tão lindo e simples. Adoro a tua simplicidade e beleza que transmites :)

    ResponderEliminar
  2. Estou deliciada com o amor que estas fotos transmitem. Estão todas lindas. Felicidades para o Sebastião, a Leonor e o Xavier e claro para os pais maravilhosos que vocês são. Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  3. Que lindo Catarina.
    Emocionam-me as suas palavras e as suas escolhas. Creio que quando tiver filhos farei da mesma forma: um dia simples focado na celebração da entrada na vida cristã e testemunho de pessoas-chave.
    Concordo consigo sobre o Baptismo em tenra idade porque os pais fazem escolhas para a educação e devem escolher encaminhar na religião que acreditarem, conquanto dêem e potenciem liberdade de pensamento e fé.
    Muitas felicidades!

    ResponderEliminar
  4. Muito bonito, Catarina, obrigada por partilhares este dia especial!
    Bjs
    Marta

    ResponderEliminar
  5. Muito bonito Catarina, obrigada por partilhares este dia especial!

    Um beijinho,
    Marta

    ResponderEliminar
  6. Menos é mais!!
    Resulta sempre!!!!

    E o mais importante de tudo: o amor e a família (amigos do <3 incluídos!)!!

    Parabéns! E obrigada pela partilha!

    Beijinho,
    Joana Patita

    ResponderEliminar
  7. Maravilhoso!
    Confesso que o que me trouxe do bloglovin aqui foi a curiosidade do "talvez fiquem desiludidas"
    Pensei espera lá que deve ser uma festa com significado e não apenas uma festa.
    Gostei muito!
    Adorei mesmo!
    Beijinho
    Raquel

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  9. É na simplicidade que está a beleza das coisas! Há 11 anos atrás foi assim o baptizado do meu filho e será assim o baptizado da minha filha de 8 meses... um almoço em família. O vestido dela é a avó que está a fazer em algodão fresquinho... mais um 'detalhe' que dá intimismo ao baptismo.

    As fotos estão lindas!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Uma festa tão simples e tão elegante :) pais, filhos, padrinhos e convidados muito bonitos :) e tu, super elegante, a provar que o esforço compensa e a calar as más línguas :) *

    ResponderEliminar