Domingo, quase dia de família

O Sebastião começou a aventurar-se nos primeiros passos, fez 13 meses e está com cara de rapaz crescido. Continua o nosso bebé, querido, mas não para sempre!

O ritmo de trabalho começa a aumentar mas sempre com conta, peso e medida. Os vossos são tão importantes para mim, mas os meus ainda precisam tanto, que a balança precisa de estar equilibrada.

Depois da tempestade, dos dias difíceis, da rotina alterada, das decisões familiares, depois de tanta coisa, vem a bonança. A tranquilidade das decisões instala-se, e estamos muito felizes.

Não preciso escrever o quanto estes dois adoram o Sebastião, pois não? É que passamos os dias a olhar para os três, e sentimo-nos tão gratos por tudo o que são e nos fazem ser. Mesmo nos dias de rabugice, todos temos, right?
































Não tenho o hábito de os vestir de igual, apesar de ter andado vestida de igual às minhas irmãs até aos 7/8 anos. Mas hoje não resisti quando encontrei esta camisa na zara. É para rapaz, mas pensei imediatamente na Leonor, e depois voltei atrás e trouxe para o Xavier. Adorei!

1 comentário:

  1. A minha mais nova é da idade do seu mais novo... nasceu a 6 jan....só que já nada desde os 10 meses....em contrapartida não diz Nadica de nada...
    Tem um ar muito doce o vosso vicente. lindo como os manos!

    Parabens

    ResponderEliminar