O regresso

Foi tão bom, tão bom voltar! Tê-los radiantes à minha espera e passarmos tranquilamente um final de dia lindo na Gulbenkian, onde o Sebastião delirou com os patos, foi "raptado" pelos manos, comeu um "epá", fez birra porque queria comer sozinho o resto que já estava derretido; andou às cavalitas do pai, sempre feliz, sorriso de orelha a orelha!

Cada dia que passa fico com cara ainda mais aparvalhada a olhar para esta dinâmica deles, a olhar para as saudades que cada um tem dos irmãos (quando estão afastados) e perceber que estas nossas escolhas nos fazem tão felizes. Sim, passa por ter uma família grande!

















A Leonor queixa-se que não gosta da roupa que tem. O Xavier diz que é o "homem da casa" de cada vez que o pai sai em viagem. O Sebastião chama-me pai. A Graça anda preguiçosa para dar pontapés o que me deixa mais ansiosa por cada consulta. A chegar às 20 semanas!

1 comentário:

  1. Leonor a cara do Miguel, Sebastião a tua, Xavier um pouco dos dois. Como será a Graça? :)
    e que gira camisa tem o Sebastião ;)

    ResponderEliminar