My Grace

31 semanas, so far so good. Cá dentro trago a Gracinha, mil pontapés, uma barriga gigante (como é habitual), um lago de líquido só para ela e a expectativa enorme de a conhecer. Faltam apenas 8 semanas, se tudo correr bem, para as 39, quando deverá nascer por cesariana, depois das duas últimas, é a nossa única opção, segura e consciente.

Não tenho nada pronto. Por esta altura, nos outros filhos já tinha feito listas, montinhos de roupa catalogada mês a mês, botinhas e toucas para um lado, conjuntos, as mantinhas e os lençóis, inclusivamente tinha já escolhido as primeiras roupas que iriam vestir e preparado as malas.

O quarto filho é diferente, leio e oiço por todo o lado. Estou zangada por parecer cumprir este padrão, que é tudo mais prático e menos preparado. Logo eu que adoro preparações.

Este post está em rascunho há uma semana. Acho que todas as mães de três percebem porquê. Tanto adormeço em frente ao computador todas as vezes que tento trabalhar, como passo o dia a deixar um aqui outro ali, espalhados em escolas, pontas opostas da cidade. O Sebastião a acordar as 6 da manhã, deixá-lo a chorar na escola (ai que dor!). Gerir o meu cansaço, é tudo o que a minha médica me manda fazer.

Nestes dias apetece pouco andar pela rua " à pata-choca". Queria dedicar-me aos "finalmentes" da mudança dos quartos e a reorganização do quarto dos brinquedos mas falta-me a coragem.

(Enquanto escrevo isto já me levantei 5 vezes para tentar que o Sebastião durma a sesta, e tolero - culpada - o terceiro filme que os outros vêem).

Mas só para dizer que no meio de uma vida que me parece cada vez mais caótica (embora feliz, tão feliz), consegui passar pela Mini by Luna na quinta feira passada e encontrar na nova Grace , uma das primeiras roupas para a minha.






1 comentário: