e os maravilhosos fins de dia

É meio estranho, ou parece que vos quero enganar. Ninguém gosta dos fins de dia, todos estamos mais cansados e o grau de tolerância é mais curto. 

Por isso mesmo insistimos no Jardim. Sempre, o mais possível. Ainda vamos tendo horários que nos permitem isso, e, excepto duas vezes por semana [dias do judo e da catequese], os miúdos vão ter rua e espaço até o mais tarde possível.

Perto de casa temos 3 opções: o Jardim da Praça de Londres, o Jardim Fernando Pessa e o Parque Inatel. Quando temos mais tempo, e para variar, vamos ao Jardim do Campo Grande ou à Mata de Alvalade. 

[quem disse que não havia jardins em Lisboa?] 

O ideal é nós podermos sentar-nos a vê-los brincar enquanto tentamos pôr a conversa de pais em dia, ou levar uma bola e jogar um bocadinho com eles.

A Graça gatinha à vontade, o Sebastião copia os mais velhos.


























Noto grandes diferenças na Leonor. Já está muito crescida, com uma noção do mundo muito maior, mais ansiosa, mais preocupada, menos "menina". Quer vestir-se todos os dias sozinha e claramente a querer sair da minha asa, e a criar a sua própria identidade.

O Xavier está tranquilo, feliz e a sentir-se muito bem integrado na escola nova, continua muito querido e azarado, e a mãe e a Graça as suas namoradas eternas.

O Sebastião, aquele menino especial, que agradeçe tudo, abraça-nos muito, e vive feliz 98‰ do seu dia. Poucas birras, algumas teimosias, e começa a acabar todas as frases com esta palavra mágica que não os larga pelo menos até aos 4 anos "cocó".   [e a típica resposta, depois de um olhar zangado meu, - mãe, estava a brincar!!"

A Graça, começa a dizer uma ou outra palavra, a comer muito e bem, e a voltar aos ritmos da noite tranquila que perdeu por uns dias [febres, dores e dentes a caminho]

E eu muito entusiasmada com um projecto que tenho em mãos: Ties Concept Studio, mais à frente falarei melhor sobre este projecto que inclui sessões diferentes em estúdio, ateliers de expressão artística para crianças, workshops de fotografia e atelier de pintura. Tudo em 30m 2 :)




1 comentário:

  1. Olá Catarina, é Pessa e não Peça...O Fernando não se importará, mas tb não custa corrigir. Bons passeios!

    ResponderEliminar