O Porto e a minha vida de volta

A caminho do Porto, escrevo sentada na carruagem 1 do alfa pendular.

Apesar das previsões de chuva sinto uma satisfação enorme e um sentimento de conquista desmesurado.

Há um ano que não vinha ao Porto fazer sessões. Assim, sem ninguém atrelado a mim. Sem bebé, sem estar gravida, sem ter que me preocupar com a Logística.

Os miúdos estão entregues, e bem entregues. O Miguel vai estar fora e eu vou estar 3 dias sozinha.

3 dias sozinha é GRANDE!

Sinto-me quase a mulher de 30 anos que ambicionava ser, que controla a sua vida, que é dona do seu tempo e do seu trabalho, que recuperou uma parte grande da sua auto estima, que pode e vai voltar a treinar e a sentir-se completa.

Isto é mesmo GRANDE!

Sinto um bocadinho de medo pela solidão, por estar só comigo 3 dias, pelo auto controle na alimentação, mas entusiasmo para me encontrar nestes 3 dias de trabalho e pausa.

Ser mãe tão nova de 4 crianças tem que se lhe diga. Por tantas vezes me pareceu não haver muita saída. Por tantas vezes me quis convencer que o meu corpo estava ok assim, que o meu trabalho podia esperar, que o meu tempo era para eles, que a dureza dos dias era normal. E é, tudo normal. E é, muito para eles.

Saber delegar, não e automático. Aceitar e crescer a aprender que não vou fazer tudo, que não vou dar banhos todos os dias, que acompanho tudo mas não sou omnipresente, é um processo.
Ter encontrado uma ajuda em casa (finalmente, uma pessoa fantástica) que me garante a estabilidade e os horários, sempre com um sorriso na cara, foi um feliz acaso e que agradeço todos os dias.

Estou bem, estou muito bem, feliz por não ter desistido e pelas oportunidades que a vida me tem dado. Pela ajuda extraordinária da nossa Rosie, que mudou a minha vida para muito melhor.


[Viva O desmame da graça, viva a chegada da ajuda incrível da Rosie, viva o ties concept studio, viva a abdominoplastia e todas as ajudas proporcionadas pela clinica de nutrição de Lisboa, pela incrível fisioterapeuta que me tem acompanhado na.recuperação muscular, e um grande viva as obras da casa nova que vão começar agora]

É assim que quero agradecer este 2017, o ano em que volto a ganhar controle na minha vida profissional, no meu corpo e que abrange todas as áreas da minha vida.

#sograteful





Sem comentários:

Enviar um comentário