Uma família em quarentena II

April 2, 2020

E assim estamos, faz hoje 3 semanas.

 

A nossa quarentena tem sido uma grande mistura de emoções.

 

Os miúdos estão relativamente bem. Relativamente porque as pequenas fragilidades deles vêm ao de cima nestes dias. Os gagos, gaguejam ainda mais; Os que precisam muito da família (avós, tios, primos) sofrem com as saudades; Os que precisam de chamar a nossa atenção, arranjam maneira: xixis descontrolados, tentativas de confrontamento, e desafio.

 

Seria de esperar, é absolutamente expectável. Eu também dei por mim a ir demasiadas vezes à despensa, a arranjar pretextos para fazer bolos e panquecas (e comê-los), a ser mais autoritária do que o costume, com medo do caos a instalar-se. A sentir-me, por vezes, má mãe por sucumbir aos dias de mais ansiedade com uma palmada no rabo da mais desafiadora da casa. É normal. Acontece. Dias melhores virão, e vieram.

 

Tenho tentado que esta fase não nos defina pelos momentos menos bons, mas que seja uma oportunidade mais consciente de sermos melhores. Não perfeitos, mas melhores.

 

As férias da Páscoa chegaram e anunciaram uma não existência de rotina, quando todos precisamos ainda muito disso. 

 

Apesar de ser supostamente permitido um "passeio curto e higiénico" com as crianças, nós optámos sempre por não o fazer (até sentirmos que seja absolutamente essencial para o bem-estar de todos). Por respeito aos profissionais de saúde, por respeito a todos os que estão longe dos filhos, por respeito e por perceber que o que nos é exigido é essencial para que tudo corra bem, e esta quarentena se passe depressa.

 

Os miúdos têm lido mais, têm jogado mais na Nintendo, têm discutido mais, têm cozinhado mais connosco, têm feitos as camas todos os dias, têm inventado teatros que nunca funcionam porque há sempre alguém que não cumpre e sempre alguém que ainda não conseguiu encaixar as mudanças à última da hora.

 

Estamos todos a crescer, a aprender.

 

Em breve saberemos o que vai acontecer ao ensino neste próximo 3 período, que me preocupa muito. Não apenas pela amostra que tivemos de 15 dias atabalhoados (percebo que não houve tempo para organizar e perceber como se agiria) mas preocupa-me a desigualdade entre alunos, entre famílias. Se antes já existia, com a insistência na tele-escola ainda vai existir mais. E não é preciso falarmos de quem não tem acesso à tecnologia, basta ver o exemplo de famílias de médicos. Como podem estes pais acompanhar os filhos? (não vale a pena sonhar que as crianças entre os 6 e os 11 anos são capazes de gerir tele escola de forma independente)

 

Os pais, que já se vêem presos em casa com os filhos, na extrema dificuldade que isso acarreta, mais os momentos de ansiedade por que passamos, os cortes nos ordenados, o não-trabalho, o tele-trabalho, o desemprego, o excesso de trabalho. Tantas situações diferentes. Ainda temos de ser professores? E os professores com filhos? É de mim ou estão todos a alucinar?

 

Vi escrito em algum lado uma analogia incrível. Lembram-se de quando o Titanic de afunda? e durante o processo mantém a banda a tocar? Querem pedir às famílias e aos professores para serem essa banda?

 

Custa-me muito ver isto. Viver isto. 

Aposto em consolidação, em revisões, não em avanço de matérias e avaliações. 

 

Espero que exista bom senso nos próximos tempos em relação à escola e ao ensino.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 ( saudades da vida com liberdade) Maio 2019

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

NEWSLETTER

​ÚLTIMOS POST

Please reload

SOBRE NÓS

Olá, sou a Catarina! Tenho 31 anos, cresci e vivo em Lisboa, esta cidade linda que nos faz imensamente felizes.

4 filhos bons, muito bons. A primeira aos 23, e a última nascida aos 29.

LER MAIS >

  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

ARQUIVO

INSTAGRAM

Please reload

WORK

TRAVEL

FAMILY

LISBON GUIDE

MOTHERHOOD

KIDS

BRANDS

  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon
NEWSLETTER

© 2017 by Ties. Proudly created by JLDesign

  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

//